dESENHO dE mONSTRO

organizado por Adriana Maria dos Santos

2014

Livro no tamanho A5 fechado, inteiro impresso em papel Couchê, com a capa na gramatura 240g/m², laminação brilho gloss e acabamento grampeado. As páginas em dupla ou individuais reproduzem trabalhos de mais de 20 artistas, todos com a presença do desenho de alguma maneira e impressos com as cores de seu original. Os trabalhos expostos dentro do livro são de artistas residentes em Santa Catarina e que participaram do projeto “Desenho de monstro”: Adriana M. dos Santos, Arthur Sampaio, Angelo Raviz Tokutake, Augusto César Benetti, Bruno Rocha, Camila Villacis, Caio Cesar Mayer, Clara Fernandes, Debora Pazetto, Fábio Ilmar, Giorgio Filomeno, Iam Campigotto, Itamara Ribeiro, João Müller, Juliana Crispe, Kelly Taglieber, Leandro Pitz, Luciana Afonso, Manolo Doyle, Marta Martins, Ocram (em memória), Ricardo Ramos, Ryana Gabech e Vinícius Domingues.

 

Na abertura do livro há um prefácio de Jayro Schmidt, a apresentação de monstro — um texto constituído por caracteres, letras maiúsculas e minúsculas e números, inventando uma língua à parte — e um texto de apresentação escrito por Adriana Maria dos Santos, organizadora do livro e do projeto “Desenho de monstro”, como parte da pesquisa que realizou durante seu doutorado na UDESC e nas aulas independentes no Ateliê Monstro.

 

É uma edição comum dedicada à figura do monstro como emblema de uma transgressão extrema que submete o outro à sua aparência de horror e dor, um ser que convida a uma passagem de um estado de compleição e apatia a um outro de reações internas que tangem a abjeção, ao medo e ao instinto de sobrevivência. Ler e ver desenhos de monstros, neste caso, implica estranhar-se sem reservas, o que se observa nos artistas desta edição, cujo formato, quase que de urna, nos convida a conviver com grutas e suas inevitáveis grotas. 234YRFHUODIU90VF SURIETHX, INOÇJDSK, SAOa88DIHA87YBX, 654DS54 VDG ADS SF GTRHRUJUIK EWFAOECNP, 983gUE US A6548F110492F 8S, AIOSDJAIO, jiodj99d8, D4035 5FU5. 83892w 3EDFTY7YH, G745 48.

 

Com a colaboração de Ricardo Ramos no projeto gráfico, esta edição tentou traduzir pinturas, desenhos de pequenas dimensões, colagens, textos e objetos e outras técnicas mistas para o espaço impresso e fazer com que todos coabitassem as páginas. Foi o primeiro livro feito pela editora, a edição que fundou a miríade edições, em agosto de 2014.