IMG_1775[1] (2).JPG

FILOSOFIA DO LAR

de Gabi Bresola e Fábio Brüggemann
2016

 

Múltiplo em formato de pano de prato, 100% algodão, com impressão em serigrafia. São cinco toalhas em um kit que possui combinações de desenho e texto. São utilizadas imagens toscas já impressas nas toalhas com a inserção de frases filosóficas apropriadas de Emil Cioran, Friedrich Nietzsche e Jean Paul Sartre, escritas na fonte Monotype Corsiva.

 

A série teve impressão de 500 exemplares de toalhas, 100 exemplares de cada estampa. Distribuídas e vendidas em feiras de publicações e arte especializadas e também inseridas na banca de um vendedor ambulante no centro comercial de Florianópolis. Os múltiplos ironizam e invertem o discurso autoajuda que os panos de prato contém. Para os casos de venda de unidades em feiras especializadas, uma cartela — com a descrição da coleção completa e créditos do trabalho — era entregue para os compradores, e a estampa escolhida era assinalada, imitando as cartelas de tipos de estampa que acompanham peças de enxoval.

 

No Brasil, principalmente no Sul, onde a indústria têxtil tem força, é comum a venda de toalhas brancas ou de tons pastéis com a combinação de uma estampa (de uma cena inocente, uma coruja, uma paisagem com crianças, figuras alegres) impressas em cores fortes e uma frase religiosa, em sua maioria retiradas da Bíblia, ou as frases de “superação” disponíveis no portal www.pensador.com.

 

Foi durante uma compra de kit de panos de prato “5 por R$10”, na sinaleira, que os artistas-autores desta proposta se depararam com a frase “Deus fez a mulher para entreter o homem”. O fato gerou muitas discussões entre os dois. Consequentemente, fez surgir esta publicação em formato de múltiplo, na tentativa de também utilizar circuitos como este para difundir frases como discursos infiltrados (uma edição de resposta). Assim, este trabalho se apropria do espaço de pano de prato, e do espaço de venda de rua. A produção manteve imagens fornecidas pelo catálogo de imagens da própria empresa de panos de copa, a Guabiarte. No espaço destinado para a frase bíblica foram inseridas diferentes sentenças retiradas de livros dos filósofos já citados. São elas: “Deus é um desespero que começa onde todos os outros terminam”, “O destino do homem é esgotar a ideia de Deus”, “O pior mal é aquele ao qual nos acostumamos”, “Somos muito injustos com Deus, porque não deixamos ele cometer pecados” e “Somos todos impostores que nos suportamos uns aos outros”.