desde o meio de uma língua

“Desde o meio de uma língua”, de Daniela Avelar e Patrícia Galelli, é um livro-diálogo em meio a deslocamentos geográficos, linguísticos, de tempo e de temperaturas, entre as línguas portuguesa, finlandesa, inglesa e russa. Nessa conversa, permeada pelo convívio “tão-longe/tão-perto”, as escritoras fazem insurgir no texto a correspondência de um amor em comum pela linguagem e pela leitura. 

 

Entre outubro e novembro de 2019, Daniela Avelar esteve na Finlândia, passando pela Rússia. Durante o mês de novembro, Patrícia Galelli ficou na casa de Daniela, no bairro da Pompeia, em São Paulo. Elas se reencontraram em janeiro de 2020 em Florianópolis. A partir desses deslocamentos e das experiências que viveram, iniciaram uma troca de e-mails para compartilhar observações, sensações e situações. Essa prática de escrita poderia se relacionar à presença histórica do gênero epistolar, mas se expande na medida em que se insere no espaço literário para compor não apenas uma narrativa de si, intimista, mas elaborações ficcionais. 

 

O livro parte dessa experiência possível, e oposta ao distanciamento decretado pela pandemia,  que depois de estendida no tempo, – de 2019 para 2021 – percebe-se como uma declaração atemporal e aberta para viver a amizade, a saudade (tão difícil de traduzir a outras línguas) e os afetos que se encontram na geografia, na linguagem, na temperatura, em qualquer tempo. Duas vozes dialogam e se embaralham nos textos de “Desde o meio de uma língua”, num jogo em que o que permanece evidente é o convite à leitura e ao amor, não importa em que língua se fale. 

O projeto gráfico de "Desde o meio de uma língua" foi realizado por Gabi Bresola em colaboração com as autoras. É composto por 68 páginas com texto e imagens impressos nas diferentes matizes do cinza e tem sua capa prateada. O formato é 13 x 15,5 cm (fechado) com acabamento costurado em lombada canoa.

1/7
..